Quinta, 23 de Setembro de 2021 12:14
62998378683
Dólar comercial R$ 5,29 0.076%
Euro R$ 6,22 +0.557%
Peso Argentino R$ 0,05 +0.047%
Bitcoin R$ 266.637,49 +2.269%
Bovespa 113.583,86 pontos +1.16%
Notícias Tecnologia

Aplicativo usa inteligência artificial e tecnologia antifraude para fazer a Prova de Vida

Até agora, mais de 25 mil aposentados e pensionistas fizeram a Prova de Vida e o recadastramento via solução LivID

15/06/2021 08h28
Por: Redação Fonte: Smartcom Inteligência em Comunicação
Aplicativo usa inteligência artificial e tecnologia antifraude para fazer a Prova de Vida

 

Se antes era necessário sair de casa, ir até o banco para fazer a prova de vida e continuar recebendo o benefício, agora com o LivID, os aposentados e pensionistas podem baixar o aplicativo no celular e, em poucos minutos, realizar o recadastramento. Além de evitar os deslocamentos e custos adicionais com xérox dos documentos, transporte, estacionamento, ainda garante o isolamento necessário durante a pandemia de Covid-19. Um grande benefício também para aqueles idosos acamados ou com dificuldades de locomoção.

De acordo com Francisco Luiz Ferreira, CEO da Gateware, provedora de soluções em tecnologia, que recentemente adquiriu a Bexpo – startup especializada em soluções para o setor de Previdência Social e que desenvolveu o aplicativo – esse cadastro para a prova de vida é feito com segurança, praticidade e agilidade. Basta estar com o celular em mãos e conexão com a internet.

“Um ganho extra durante a pandemia, que exige distanciamento social, em especial porque estamos falando de pessoas que fazem parte de grupos de risco e quanto mais puderem se preservar em casa será melhor. Inclusive, devido à covid-19 a maioria das fundações de aposentados estão com o recadastramento atrasado”, afirma.

Além disso, por meio do aplicativo, que faz a leitura facial para realizar a prova de vida e o recadastramento de aposentados por fundações previdenciárias, é possível evitar fraudes ligadas à falsidade ideológica, por exemplo. “O LivID permite um pagamento por identidade e se o sistema identificar algum tipo de irregularidade ou suspeita, ele avisa a fundação para que as providências cabíveis sejam tomadas”, relata Ferreira.

Como funciona

Graças à inteligência artificial, o aplicativo consegue por meio de algoritmos reconhecer movimentos, gestos, expressões, o fundo, e até a profundidade do aposentado, garantindo mais segurança às fundações e ao usuário. Além disso, em segundos o sistema faz uma varredura em todos os cartórios do país em busca de possíveis registros de óbitos – a consulta de óbito é, inclusive, uma nova funcionalidade do app. A tecnologia também consegue substituir falhas humanas e garantir alto nível de acuracidade.

O software funciona de maneira simples e intuitiva. Primeiramente, o usuário deve tirar uma primeira foto para compor seu cadastro, em seguida, a plataforma pedirá uma foto de um documento, como RG ou CNH. Para finalizar, basta enviar mais uma selfie de seu rosto, segurando o documento em mãos.

Ainda de acordo com Francisco Ferreira, muitos fundos de pensão não possuem fotos dos aposentados no cadastro, então, com o LivID, conseguem fazer essa atualização e validação junto aos bancos de dados do Governo Federal.

O custo do app por aposentado ao ano é baixo, comparado aos benefícios que a solução proporciona, e as instituições têm a opção de comprar créditos. “Essa é mais uma modalidade que disponibilizamos, é como se fosse um pré-pago. Por exemplo, compra créditos para fazer 1000 provas de vida”, explica o CEO da Gateware.

Até o momento, seis empresas de fundo previdenciário privado adotaram a plataforma para realizar os cadastros para a prova de vida, um total de 25 mil assistidos.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias